MITOS E VERDADES SOBRE A MASSAGEM TAILANDESA

Muito se fala sobre a Massagem Tailandesa e seus benefícios para o corpo, porém, dúvidas de todos os tipos ainda cercam essa prática, principalmente por ser relacionada a atos libidinosos. Para conhecer a origem e entender o real propósito dessa terapia, acompanhe a leitura abaixo.

A ORIGEM DA MASSAGEM TAILANDESA

Mesmo sendo um tanto incerta, dados e registros históricos mais consistentes indicam que a Massagem Tailandesa teve sua origem inicialmente na Índia por volta do ano 200 a.C, através do médico indiano Jivaka Kumar Bhaccha, que, segundo a lenda, era seguidor fiel de Buda e aplicava suas técnicas de massagem no grande líder budista pelo menos três vezes ao dia.

Não se sabe ao certo de que maneira a técnica chegou até a Tailândia, mas, acredita-se que tenha sido em decorrência da expansão do Budismo pelo oriente, onde qualquer tipo de ensinamento era feito verbalmente de mestre para discípulo. Por isso não existem tantos documentos históricos sobre o assunto.

QUAL O PROPÓSITO DA MASSAGEM TAILANDESA?

Com um propósito mais mental do que corporal, a Massagem Tailandesa, desde sua concepção, busca o equilíbrio das linhas de energia do corpo através de movimentos de alongamento e pressão de músculos e áreas específicas. Esse mesmo conceito de linhas de energia está presente em também outras 95 modalidades de terapias medicinais, entre eles o Yoga e a Acupuntura. Cada linha serve como um canal de transporte de energia para determinado órgão vital ou região do corpo.

A MASSAGEM TAILANDESA É FEITA SEM ROUPAS?

Muitas pessoas associam a Massagem Tailandesa a práticas sexuais, porém, esse conceito está completamente errado. Durante todo o tempo, a terapia é feita sobre roupas de tecidos leves, tanto para o massagista, quanto para a pessoa que está recebendo a massagem. Essa má interpretação, na verdade, teve origem durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), onde soldados de toda parte buscavam satisfazer seus desejos sexuais com massagistas Vietnamitas.

Porém, existem sim casas de massagem que oferecem um serviço extra logo após a sessão, mas, a genuína Massagem Tailandesa é apenas uma terapia para o corpo e para a mente, não tendo relação nenhuma com tais atos. O que vier após isso, é uma opção de duas pessoas adultas que juntas concordaram com a prática.

A MASSAGEM TAILANDESA É DOLORIDA?

Por ter um fim mais terapêutico do que relaxante, a Massagem Tailandesa pode ser um tanto dolorida, visto que o massagista utilizará movimentos com as mãos, joelhos e pés para alongar as articulações do paciente. Porém, esse desconforto acontece somente na primeira vez. Nas sessões seguintes, a musculatura e as articulações estarão mais flexíveis, resultando em movimentos naturais e menos dolorosos.

QUAIS SÃO AS CONTRAINDICAÇÕES DA MASSAGEM TAILANDESA?

Apesar dos diversos benefícios que a terapia proporciona, não é indicada para pessoas com problemas cardíacos, cirurgias recentes, infecções dermatológicas e inflamações crônicas nas articulações. Gestantes também devem evitar a terapia, principalmente aquelas que possuem histórico de aborto espontâneo. Por mais que os movimentos dos terapeutas não ofereçam qualquer tipo de risco ao bebê, é recomendável evitar.

Porém, se você não se enquadra nas contraindicações acima, a Massagem Tailandesa está totalmente liberada para você, independente de qual for sua idade ou sexo.

CONCLUSÃO

Como vimos, a Massagem Tailandesa não é uma prática sexual, como muitos imaginam. Na verdade, é uma terapia que busca trabalhar a mente e principalmente o equilíbrio emocional, sendo muito indicada, inclusive, para pessoas em fase de tratamento de dependência química ou traumas psicológicos.

Se você se interessou pelo assunto e quer conhecer a verdadeira essência da Massagem Tailandesa, agende seu horário com a Clau’s Drinks!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *